Legião Urbana: operação da polícia recupera 30 músicas inéditas de Renato Russo


No Rio de Janeiro a Polícia Civil recuperou um relatório com 30 músicas inéditas do líder da Legião Urbana, Renato Russo. As composições foram encontradas em dois estúdios, sendo um no Centro e outro na Zona Sul do Rio, durante a "Operação Será", deflagrada para investigar a suposta existência dos trabalhos inéditos do cantor que morreu em 1996.

Os policiais apreenderam HDs e tentam agora encontrar gravações que teriam sido feitas nos últimos meses de vida de Renato, que morreu em decorrência da Aids. De acordo com o delegado Maurício Demétrio, responsável pelo caso, as diligências indicam que estavam corretas as denúncias de Giuliano Manfredini, filho de Renato Russo. Giuliano procurou a polícia para denunciar que trabalhos inéditos do pai estavam sendo escondidos por empresários. Segundo o relatório, há, também, novas versões de músicas já gravadas pelo Legião Urbana.

Giuliano fez a denúncia após receber mensagens de um perfil fake nas redes sociais que dizia ter músicas inéditas do cantor. O crime apurado pela polícia é de "violação de direitos autorais". Discos de gravação também foram apreendidos durante as buscas autorizadas pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. O produtor musical dono dos estúdios foi intimado e deve ser ouvido ainda nesta segunda.  

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem